Movimento maker une equipamentos tecnológicos, como a impressora 3D e máquinas de corte a laser, e instrumentos básicos de marcenaria

Os espaços são alinhados com o movimento maker, que propõe o aprendizado na prática, utilizando equipamentos tecnológicos, como a impressora 3D e máquinas de corte a laser, além de instrumentos básicos de marcenaria. A ideia é que pessoas sem experiência sejam capazes de desenvolver projetos com a ajuda apenas de um instrutor ou depois de realizarem um curso rápido, com duração de quatro a 96 horas. Continue lendo

Por Época Negócios